Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Pardo

Para quem não conhecia, saiam enquanto é tempo...Para quem já conheceu, puxem duma cadeira...Vem aí a versão 2.0...

Congrats...

Hoje fui visitar um amigo e congratulá-lo pela entrada no maravilhoso mundo da paternidade...

E sabendo eu, que ele é admirador confesso dos Aerosmith, só lhe podia dedicar esta música (apesar do Billy da música, estar tudo menos interessado em paternidade,só no acto em si...)...

Ser pai, é verdadeiramente, uma Sweet Emotion...

Fábula laboral

Quando era criança não havia nada melhor do que ler aqueles livros de fábulas que nos transportavam para aqueles mundos de fantasia onde tudo tinha um final feliz...

Ontem, dei por mim no meio de uma fábula laboral em que tudo o que desejei ter foi uma granada (cavilha não incluída), uma bomba relógio inserida no crânio ao melhor estilo do Missão Impossível III ou na pior das hipóteses um cinto de explosivos à cintura...

Passados 10 anos de actividade, sempre pensei que a entidade empregadora tivesse um pouco mais de juízo e soubesse que lidar com putos a cheirar a Vigor e lidar com profissionais tem algumas diferenças...Pensei mal, porque when the shit hits the fan, não se olha a meios para descredibilizar o trabalho de uns e enaltecer o de outros (mesmo que isso implique manipulação de dados, contradições gritantes, meias verdades entre outras coisas mais...).

Estou cansado de pessoas que apontam o dedo pelas costas, que segredam impropérios protegidos pela escuridão...Já que tenho a fama de ser o lobo vestido de cordeiro, está na hora de abandonar a faceta de profissional exemplar e ser tão pulha como todos os outros...Não gosto de o ser, mas sei sê-lo tão bem ou melhor que aqueles que me rodeiam...

Let the fuckin' games begin...

A palavra "proibida"...

Sou um acérrimo defensor de que as desculpas não se pedem, evitam-se...

No entanto, nada me tira mais do sério quando as pessoas dizem o que lhes vem à cabeça e depois não têm a ombriedade de raciocinar por breves momentos e chegar à conclusão das alarvidades que dizem e os estragos que causam...

Ter a humildade de pedir desculpa por uma palavra injusta, um acto irreflectido ou uma acção desprovida de razão, é somente uma demonstração de carácter...

Pedir desculpa não é um acto de fraqueza...É ter a capacidade de demonstrar a nós mesmos que embora sejamos falíveis, somos também humanos...

Admito que não sou uma pessoa fácil de lidar...Tenho convicções fortes, uma personalidade vincada e um feitio de bradar aos céus...Já fui muitas vezes injusto na vida, no entanto fui também capaz mais tarde de o admitir e de me retratar...O sentimento de injustiça é algo que corrói o espírito e tolda o pensamento...

É por isso que não admito que me apontem o dedo injustamente...Irei sempre argumentar até à exaustão, berrar a plenos pulmoes até que alma tombe inerte no solo...Mas nunca irei tolerar meias frases, sussurros ou acusações de ocasião...

As desculpas ou são sentidas ou é preferível nem sequer as proferirem...Uma mentira verbalizada mil vezes, não se torna verdade uma única vez que seja...

Pior mesmo, só mesmo as pessoas que têm a consciência da gravidade dos argumentos proferidos mas que se recusam a dar a mão à palmatória...

O dia de amanhã não apaga as palavras e os actos de ontem...Fazer o faz de conta de que nada se passou, é não só o supra sumo da hipocrisia como a demonstração máxima de infantilidade de tantos adultos...

Closure

E eis que finalmente o relógio voltou à base...

Sexta feira passada fui contactado pela Boutique dos Relógios a informar-me que o meu relógio já estava reparado e que podia passar na loja assim que quisesse...Ao que eu respondi...

- Olhe que se calhar não é o meu...Tem a certeza???

- Não é o Sr. Gato Pardo?

- Sim...

- Então sim, é o seu relógio...Mas porque é que coloca essa questão???

- Porque a sua colega com quem falei da última vez e que me deu o orçamento, disse que a reparação ainda ia demorar 4 semanas...E como vocês têm sido tão certinhos com os prazos por excesso, estou a estranhar...

- ...

- Bem, eu amanhã passo aí e depois coloco umas questões pertinentes que gostaria de ver esclarecidas...

 

E assim foi...Sábado de manhã, lá passei na porra da loja (e curiosamente, até estava com vontade de mijar, mas controlei o ímpeto de abrir a breguilha e regar a porta da loja ao melhor estilo daquelas fontes com anjinhos que se encontram por toda a parte em Paris, como tinha falado da primeira vez que abordei esta questão...)...

- Bom dia...Posso ajudá-lo?

- Creio que sim...Primeiro que tudo venho levantar um relógio que aqui deixei para reparar...Esta é a parte fácil...Agora vem a parte difícil...Quero também que me esclareça se é hábito vosso as reparações de relógios adquiridos na loja demorarem mais tempo do que o sexo tântrico do Sting...

- Desculpe???

- Tá desculpado, mas eu continuo sem estar esclarecido...E acredite, eu só saio daqui com uma explicação minimamente plausível...

 

Sim, não há margem para dúvidas que escavaquei o dia do homem logo pelas 11 da manhã...O homem possivelmente estava á espera de ter um dia tranquilo, e logo por azar, caiu-lhe na rifa o tipo com mais mau feitio que ela podia esperar...

Bem, ele bem que tentou limpar a face da entidade patronal...Pois, que a culpa da demora não era deles, que infelizmente tem havido inúmeros casos idênticos ao meu, que estão a fazer tudo para evitar futuras situações, blá blá blá...Mas o melhor ainda estava para vir...

 

- Ok, então a maior quota parte de responsabilidade não é vossa porque a demora reside na reparação e não na equipa da loja, certo?

- Exacto...

- Ok, então vamos abordar a questão numa fase mais embrionária...Suponho então que o local onde se procede à reparação dos relógios não trabalhe ao fim de semana, certo?

- Sim, é verdade...Eles não trabalham ao fim de semana...

- Então diga-me aqui na loja onde é que vocês guardam a bola de cristal...

- Bola de cristal???

- Sim, porque o orçamento que a sua colega me facultou foi feito através de um telefonema feito a um sábado aqui à minha frente...Vá, ilumine a minha existência...

 

O homem não tinha sítio onde se meter...Aliás, acho que nem ele até hoje deve saber muito bem o buraco em que estava...

Bem, o que interessa no meio disto tudo é que tenho o maldito relógio e que dei a minha garantia ao homem em que enquanto tiver sanidade mental (as próximas duas semanas, portanto...) nunca mais piso a Boutique dos Relógios...

 

Ufa...A ver vamos se é desta...

Bem, e após estas duas semanas ausente, o que é que me apraz dizer???

PORRA!!!

Porra, porque não me lembro em 32 anos da minha débil existência de ter apanhado uma gripe que me fizesse sentir tão mal como se estivesse amarrado a uma cadeira e me tivessem obrigado a ouvir os discursos do Fidel desde 1841 em loop...

A primeira semana fui alvo dos sintomas habituais...Febres altíssimas (a última vez que o termómetro bateu os 40º digamos que a causa não era bacteriana mas por razões sobejamente mais interessantes...), tremores (eu bem sabia que o Parkinson um dia me havia de lixar...), vómitos (bem me avisaram que demasiada exposição ao programa da Júlia Pinheiro dava nisto...) e mais uma meia dúzia de sintomas dos quais nem quero recordar (ou então, é o Alzheimer, embora já não tenha muitos neurónios para queimar...)...

Cura?

Adoptei a política do Marco Fortes...De manhã, só na caminha...Uns dias de cama, em que intercalei momentos de perfeita lucidez em que me obriguei a descansar e outros de profunda estupidez em que decidi ir trabalhar quando não estava em condições nem sequer para respirar fundo, quanto mais pegar num carro e ir tossir os bofes para cima de um qualquer cliente desprevenido...

E qual foi o resultado desta minha política de dedicação extrema à actividade profissional???

Piorei...O fim de semana de 6 e 7 de Março foi passado em sono profundo, unicamente interrompido para enfiar pela goela abaixo um cocktail muito interessante de comprimidos de variadas cores, xaropes variados cada um com um sabor pior que o outro e a rezar para que o cabrão do cão do vizinho não se lembrasse de ladrar senão era desta que ele ia perceber porque é que cães e gatos são verdadeiros arqui inimigos desde os primórdios da humanidade...

E depois de um fim de semana tão merdoso como este, vocês eventualmente pensariam que eu tinha ganho juízo e que tinha ficado esta última semana de molho, certo???

Wrong...

Segunda feira pelas 10 da matina lá estava eu a tossir os pulmões e mais pedrado que a Amy Winehouse (embora eu por via medicamentosa...)...em Lagos!!!

Não há nada melhor para curar uma gripe rafeira do que ir trabalhar que nem um mouro para o Algarve...Mais uma semana heavy medicated, a tossir os pulmões e quantidades absurdas de muco verde que pensava só existirem nos filmes do Alien...Sério...Não subestimem a capacidade do corpo humano de criar quantidades absurdas de uma substância que parece saída de um filme de ficção científica...

Hoje, posso dizer que me sinto restabelecido, mas deveras preocupado...Fui contactado pelos serviços secretos americanos com o intuito de lhes vender a patente de toda a trampa que andei a escorrer pela penca nas últimas duas semanas...Parece que eles consideram que o meu muco tem potencialidades tremendas para ser a arma biológica do sec. XXI, tal o estrago que fez na minha pessoa (sim, porque a personalidade, essa é um caso perdido...)...

Como devem imaginar, não faço ideia do que se passou no mundo nas últimas duas semanas...O Tino de Rans bem podia ser o presidente da República, que eu não faria a mínima...

Prometo que me vou actualizar de modo a poder difamar como habitualmente a vida alheia e procurar tópicos de interesse lúdico...

Condução, abeclas, dedos médios estendidos e recomendações literárias...Confusos???Nah...

É um facto que ando com a disposição em fanicos...

Outro facto é que quando a minha disposição não é a melhor, a mais pequena coisa é capaz de despoletar palavras menos gentis e gestos explícitos...

Pior que isto tudo, é eu fazer tudo ao mesmo tempo enquanto estou ao volante de um carro...

Quero avisar desde já as leitoras deste blog, que não vou generalizar sobre as performances de cada uma de vós na estrada, mas sim escrever umas palavrinhas de apreço (sim, é ironia do mais fino recorte...) para uma amona feminina com quem tive o azar de cruzar os mesmos 14km de estrada...

 

Minha querida...Dirijo-te estas palavras de apreço, ciente que te preguei o maior cagaço da tua vida...Afinal de contas, não é todos os dias que vais descansada durante 6km na faixa da esquerda duma auto estrada e tens um gajo a fazer-te sinais de luzes para te pedir humildemente que desses passagem...Queria no entanto elucidar-te para alguns aspectos que talvez não te tenham dito no momento que te entregaram a carta de condução para as mãos...Docinho, a faixa da esquerda não é reservada para mulheres de cabelo louro, a do meio para ruivas e a da esquerda para morenas...Se tinhas essa convicção, lamento então destruir esse teu imaginário de fantasia, mas foste enganada...As mulheres na generalidade, podem e devem andar em todas as faixas de rodagem (desde que não seja a pé, porque isso é simplesmente estúpido...)...Lamento verdadeiramente ter-te ultrapassado pela faixa do meio (e vai daí talvez não...), mas visto que ias a 90km/h, não demonstraste grande vontade de dar passagem e teimaste em meter o pé no prego quando te sentiste atingida na masculinidade dos 150 cavalos do motor da tua carrinha BMW, não me deste muitas alternativas...O mais chato é que quando ficaste nas covas, decidiste levantar o dedo médio bem alto para eu ver e eu com o susto, pisei o travão sem querer (pois...sem querer...isso...) e se até eras uma mulher loura, deves ter ficado branca como a cal...

Para concluir...Para a próxima, guarda o dedo médio para outro tipo de actividades mais válidas, como por exemplo fazeres pisca para a direita e virar o volante (os BMW's que eu conheço já têm direcção assistida, pelo que com um dedo apenas, até já fazem o pino...) do que andares armada ao pingarelho...

 

E pronto, agora que já tirei isto do meu sistema, vamos ao facto relevante do dia...

Passados cerca de 6 meses, eis que acabei de ler finalmente este livro...

Pois é...Nunca pensaram que eu soubesse ler, não era???

Isto é só surpresas...Bem, tenho a dizer que o início deste livro não me suscitou grande interesse, ao ponto de ter olhado para ele mais que uma vez quando me faltavam acendalhas com que acender a lareira...Em boa hora, não o fiz...O livro é bastante bom, a história dá uma reviravolta do caraças e a narrativa descritiva é mesmo o tipo de leitura que me enche as medidas...

Recomendo...

E agora, para um pouco de humor...

O São Pedro anda lixado com toda a gente...

Ora é chuva a potes, ora são ventos ciclónicos, ora é um frio de tornar os tomates de um gajo em cerejas...

Pior mesmo que ter um par de cerejas no meio das pernas (agora podia fazer uma piada foleira sobre graínhas de uvas e caroços de cerejas, mas vou deixar a Patrocínio sossegada...) é um gajo sair de casa penteado e chegar aos clientes com aqueles penteados da Moda Lisboa, em que os modelos parece que fizeram fila para enfiar os dedos na tomada mais próxima...

Uns meses atrás, fui elogiado por ter deixado crescer a juba...Ah e tal, fica-te bem, dá-te charme, cobre-te os abanos, epá finalmente não tenho de ver a tua tromba, entre outros elogios à minha pessoa...Pois...Triste ideia a minha de deixar crescer a juba outra vez...O São Pedro não compactua cá com estas merdas de metrossexualidade...Ah, tás com manias que és bom?Então toma lá com um tornado na tromba que é para aprenderes...Tenho sofrido no couro cabeludo como gente grande...Ou pareço o vocalista dos Tokio Hotel (o que não abona muito em meu favor, porque aquilo parece-me um bocado andrógeno...) ou então o Einstein naqueles bad hair days (que eram basicamente todos...100% génio, 0% pente e escova...)...

E foi então que tive uma epifania (antes isso que ir arrear o calhau, senão seria uma ideia de...Bem, isso!)...A solução para este problema dos fenómenos meteorológicos esteve sempre à minha frente...Sim, literalmente, porque a minha vizinha da frente que tem 80 e tal anos nunca a vi com um cabelo desalinhado...O segredo???Laca...Digamos que é assim...A mulher tem tanta laca no cabelo, que se podia ter uma catapulta a arremessar petroleiros ao cabelo dela que o mesmo não sofreria qualquer dano...Eventualmente, a velha em si era capaz de ficar um bocado mal tratada a levar com um petroleiro em cima (se fosse um bando de marinheiros que não vissem uma mulher para mais de 6 meses, talvez ela não colocasse objecções), mas o cabelo não...Imaculado!!!

Pergunto-me eu...Se a laca permite índices de protecção tão elevados no caso dos folículos pilosos (gosto tanto desta palavra...Faz-me lembrar um diálogo de duas adolescentes nipónicas..."Vestes-te de uma folma tão pilosa..."), porque não adoptar isso a outras situações?

 

- GNR

Não há nada mais divertido do que barrar um polícia de laca e depois desatar aos tiros a ele ao melhor estilo paintball...Se um petroleiro não dá cabo do penteado a uma velha, não vão ser umas balas de calibre 38 a perfurar o pulmão de um colega...

 

- Relações sexuais

Levando em conta o constante terror em que os homens vivem do preservativo se romper, a laca surge como uma excelente alternativa...Não que tenha propriedades anti concepcionais, mas o ardor (e consequente dor...Ui...) que aquilo deve dar quando aplicado na gaita (sim, meninos...Aerossóis e pénis não combinam...) leva a que metam baixa da paródia sexual durante umas boas semanas até o vosso amiguinho deixar de ter a aparência duma salsicha fresca que grelhou tempo demais...

 

- Pirotecnia

Pessoalmente, não sei quanto é que custa um fogo de artifício de fim de ano, mas não será mais barato oferecer uma lata de laca e um isqueiro ao pessoal???Assim, cada um fazia o seu fogo de artifício personalizado e tínhamos a certeza que o pessoal do INEM ia ter uma noite bem interessante...Sim, porque há sempre um idiota que jura a pés juntos que numa reencarnação anterior foi engolidor de fogo num circo gótico underground...

Ai a porra...

Bem, após uma semana desaparecido em combate (começa a ser hábito, não é?), eis que retorno ao covil para dar conta das novidades...

A primeira (embora não seja novidade nenhuma) é que tenho um baixo grau de tolerância à incompetência...Eu passo a explicar...

Final de Dezembro tive necessidade de ir à Boutique dos Relógios para deixar lá um relógio para reparação...Ah, coisa e tal, vamos mandar isto para o nosso reparador e dentro de 4 semanas contactamos a dar o orçamento...

4 semanas para um orçamento???

Porra, mais rapidamente engravido as mulheres dum pequeno país do sudoeste asiático do que tenho um orçamento de reparação de um relógio???

Bem, meio a contra gosto, lá deixei o relógio e fui à minha vidinha...

Chegou o fim de Janeiro...Contacto dos meninos da Boutique dos Relógios, nem vê-lo...Fui directamente à loja e (educadamente, acreditem ou não...) expus a minha insatisfação ao rapazolas que estava ao balcão...Resposta?Vamos averiguar imediatamente e entrar em contacto dentro de uma ou duas semanas...

Uma ou duas semanas???

Porra...Mais facilmente invado o Banco Central Europeu do que tenho a m*rda do orçamento...

Dia 28 de Fevereiro...Passei-me da marmita...Entrei pela loja dentro, pedi o livro de reclamações, falei grosso e em bom som e exigi ou o meu relógio de volta ou outro de igual valor ali mesmo na hora...

Resultado???

Um telefonema e o orçamento foi-me apresentado ali mesmo na hora...O problema???Vou ter de aguardar mais 4 semanas pela reparação do mesmo...

4 semanas dão-me para construir instalações de enriquecimento de urânio no quintal, 3 ogivas nucleares no sótão e uma fábrica de chouriços artesanais no meio da A1...

4 semanas, não é?

Vamos ver...Pessoalmente, quero acreditar que depois da barracada que armei, não há alma naquela loja que me queira ver mal disposto novamente...Quanto a vocês, se são clientes da dita loja, os meus sinceros pêsames...Se é assim que eles tratam quem lhes dá dinheiro a ganhar, nem imagino como devem tratar os fornecedores...Quanto a mim, depois de ter o meu relógio na mão, não volto a lá passar perto, nem para mijar à porta...

Sim, estou com o mau feitio no auge...

Pausa???Bloqueio???Rapto???Acção de formação dos Etarras em Óbidos?Nah...

Simplesmente o trabalho tem sido demasiado, o sexo escasso e o álcool em quantidades capazes de fazer o Oktoberfest passar por um coffee break...

Bem, após este pequeno período de celibato literário eis que sinto na necessidade de abordar alguns assuntos mundanos...

- Ouvi dizer que o Miguel Sousa Tavares vai ter o seu próprio programa na tv chamado Sinais de Fogo...Bem, com os hábitos tabagísticos do homem acho que Sinais de Fumo teria sido um nome muito mais adequado...Depois, quem é que morreu e abriu uma vaga para mau jornalismo na TVI???Ah, é verdade...A Moura Guedes foi com os porcos...Bem, perde-se uma boca capaz de engolir de uma vez só todo o território chinês (zonas rebeldes incluídas como Taiwan e Nepal) por um tipo que odeia as lojas dos chineses e que agora tem todo o tempo de antena para opinar...

- Estou farto de ver o Dr. House e cada vez me convenço mais que também o gajo me anda a plagiar...Egocêntrico, arrogante e com humor de fino recorte???Hum...

- Cada vez me convenço mais que profissionalmente falando, a melhor forma de criar instabilidade numa pessoa, é simplesmente boicotá-la...Quando um cliente se queixa que algo não seguiu correctamente, é normal...Quando dois se queixam, ainda é normal...Quando sete se queixam de sete situações distintas, existe um padrão de boicote...

Canso-me de lidar com gente incompetente, fútil e cuja função que melhor desempenham é simplesmente respirar...Mais que isso, é sinónimo de uma enorme barraca...

Como se pode ver, os últimos tempos têm sido deveras interessantes...Não há de ser nada...Como amanhã pretendo abordar a questão da depilação feminina e os desenhos estranhos que as esteticistas andam por aí a fazer, pode ser que o post de amanhã seja mais divertido...Este foi só para dizer que estou vivo, recomendo-me e de boa saúde...

Uma caixinha catita que permite pesquisar as entranhas dos últimos anos de posts. Muito útil, principalmente porque nem eu já me lembro de metade do que escrevi...

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Julho 2019

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Licença

Licença Creative Commons
Este obra para além de estar razoavelmente bem escrita (se assim não fosse, não havia tanta gente a plagiá-la), está também licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D